Eu Empreendo 2: Falamos com Leandro Pereira, da Buzzlead

*Por Lucas Paschoal, Fundador da Híbrida Comunicação 

Para muitos, as indicações boca a boca sempre foram relevantes na hora de tomar decisões. As opções são muitas: Restaurantes, cursos e até destinos de viagens são escolhidos pelas pessoas depois de uma boa pesquisa entre as opiniões de amigos e conhecidos.

Foi pensando nisso que os empreendedores Leandro Pereira, 40 anos, e José Leonardo Monteiro, 26 anos, decidiram criar uma plataforma que potencializa e gerencia recomendações boca a boca. A Buzzlead surgiu em maio de 2016 e monitora digitalmente indicações de empresas.

Após depois de decidirem qual será a estratégia adotada, a Buzzlead insere uma ferramenta no site da empresa que permite a qualquer pessoa indicar o produto ou serviço via email, WhatsApp ou redes sociais. É a empresa quem decide qual tipo de recompensa ela quer oferecer, como bônus ou descontos.

E seguindo com nossa série “Eu Empreendo”, pedimos ao Leandro, CEO da Buzzlead que nos contasse um pouco da sua trajetória e o que o levou a empreender e conseguir levar adiante seu sonho.

Com vocês, Leandro!

Eu sou o Leandro, cientista da computação e especialista em gerenciamento de projetos, mas por vocação sempre fui empreendedor.

Desde criança, sempre nutri a vontade de ter o próprio negócio, não simplesmente pelo fato de querer ser o dono, mas porque eu sempre gostei de criar e fazer do meu jeito.

Ao lado da casa onde fui criado, tinham dois campos de futebol, desses de várzea mesmo, e antes de completar 10 anos, eu já fazia suco, ensacava, congelava e passava o sábado e o domingo com uma caixinha de isopor vendendo nesses dois campos de futebol.

A medida que eu ia ficando mais velho, mudava apenas a forma de ganhar meu dinheirinho, mas sempre tive no ato de empreender a minha diversão.

Já na Tecnologia da informação, minha carreira se iniciou como empregado e posso dizer que tive até bons motivos para ter continuado como empregado, ocupei cargos interessantes e com remunerações bem atrativas, mas nunca me faltou a segurança que não era aquilo que eu queria para o futuro.

Home Buzzlead

Home Buzzlead

Na foto, a home do site da startup. 

Ponto de virada

Em uma dessas experiências, o diretor me chamou com a notícia que ele iria dar baixa na minha carteira e eu teria que abrir uma empresa para emitir NF se eu quisesse continuar trabalhando naquele projeto. Aquilo foi como dar energético para um jovem que já estava cheio de energia.

Fiquei nesse modelo durante um tempo, mas como eu passei a ter um CNPJ eu já não me contentava em emitir uma única NF por mês e sempre busquei outras oportunidades em paralelo, até que as coisas evoluíram, vieram os sócios e o negócio se profissionalizou.

O que o empreendedorismo trouxe para sua vida

Hoje, meu grande desafio, é proporcionar as condições para que as empresas cresçam de forma escalável e com o menor investimento possível. Na BuzzLead, nós propomos que as empresas incluam os atuais clientes como parte no seu processo de venda para novos clientes. A metodologia e a tecnologia que nós criamos incentiva os atuais clientes a recomendarem a sua empresa, assim, o vendedor entra em ação no momento em que a venda já se iniciou.

Aprendizado de quem já está na estrada

O conselho que eu deixo para quem tem vontade de empreender, é o de não desanimar com as falhas, no processo de formação, elas são o que de mais valioso pode acontecer.

Esse é um resumo da minha história, sou empreendedor, tenho muito orgulho disso, mas principalmente, da criação que me foi dada e que me incentivou a seguir este caminho.

 

Post by Lucas Paschoal

Lucas é jornalista e fundador da Híbrida Comunicação, agência de comunicação que atua como assessoria de imprensa, relações públicas, consultoria e produtora de conteúdo voltada a startups, PMEs e profissionais liberais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *