Artigo: Por que meu público não me reconhece como autoridade?

*Por Lucas Paschoal

Um meio de comunicação sério busca sempre boas fontes de informação para nutrir seus públicos e os manter com credibilidade suficiente para ser considerado autoridade sobre o que publica.

E como uma empresa – independente do seu tamanho ou nicho de atuação – conquista a tão desejada reputação com seus públicos? Muitos empreendedores ficam tempos buscando mil formas de atingirem seus consumidores, mas sem sucesso.

É nesse momento que bate a dúvida: Estão gastando energia nas estratégias certas? Pensando nisso, trago algumas provocações para ajudar a esclarecer se o caminho escolhido é o certo mesmo.

1 – Conheço realmente o meu mercado?

Quando se tem algum “tempo de estrada”, criamos algumas verdades que nem sempre condizem com a realidade. Quando isso acontece, entramos em uma zona de conforto perigosa que nos bloqueia internamente a pensarmos “fora da caixa” e em como meu produto ou serviço deveria ser oferecido. Fato é, se você não está vendendo, a culpa não é do mercado.

2-  Faço o cruzamento entre meu produto e para quem ele é destinado?

Já pensou se resolve 100% o problema que se propõe? Pois é, muitas vezes pensamos ter encontrado essa resposta, mas não pensamos ou não temos certeza se ele é a solução para o público que desejamos atingir. Para isso, é necessário um estudo profundo que trará à superfície novas variáveis importantes. Pode ser o produto certo, mas oferecido para o público errado.

3 –  Sei quem são as “personas” que compram meu produto?

Esse ponto merece um artigo só para ele mas começar com essa provocação que nos atrás a um ponto atrás: Você sabe quantas personas seu produto possui? Personas são perfis de clientes que você conclui a partir de estudos e pesquisas online e de campo para saber como e para quem você realmente vende. Sim, muito provavelmente você tem mais de um público potencial e está perdendo vendas nesse momento. Quer outra novidade? As mensagens do mesmo produto que vende devem ser diferentes para cada uma delas.

4 –  Meu atual time tem capacidade de comunicar o que preciso?

Toda empresa precisa ter um time multidisciplinar. É a uma das premissas de toda organização de sucesso. Contudo, isso não quer dizer que ela saberá fazer tudo. É importante entender o que é possível ser feito “dentro de casa” e o que deve ter o auxílio externo. Muitas vezes, ter um parceiro de comunicação pode ajudar a trazer um olhar mais abrangente e estratégico para busca de autoridade pois ela terá contato com todas as áreas possíveis e, ao mesmo tempo, conseguirá trazer insights menos “viciados” como de quem está 24/7 com as atenções ao mesmo negócio.

5 – Desenvolvo ações focadas na construção de reputação da minha marca?

Aqui vai um pequeno puxão de orelha. Nenhum produto ou serviço se vende por si só. É necessário sempre pensar em formas criativas de atração do seu público, mesmo tendo um produto incrível nas mãos, ok? Hoje, cada vez mais os consumidores estão exigentes e comparando diversos fatores pois em grande parte dos mercados, a concorrência tem ficado muito acirrada. Com isso, não dar atenção por exemplo a forma como se comunica institucionalmente em seu site, canais de redes sociais e com os veículos de comunicação o tornam “flat”, ou seja, mais um player na multidão.

Assim, vender mais e ser reconhecido pelo seu público como a primeira opção se torna uma tarefa um pouco mais árdua, não acha?

Post by Lucas Paschoal

Lucas é jornalista e fundador da Híbrida Comunicação, agência de comunicação que atua como assessoria de imprensa, relações públicas, consultoria e produtora de conteúdo voltada a startups, PMEs e profissionais liberais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *